Azia e má digestão são fatores que geram desconforto e sensação ruim em quem possui. Mas, o que muitos não sabem é que ambos se tratam de situações diferentes. E ainda, que certos fitoterápicos podem ajudar a melhorar os sintomas de desconfortos causados. Dessa forma, tire suas dúvidas e conheçam as plantas naturais que são importantes para o alivio destas causas.

Azia X Má digestão


Azia é quando o suco gástrico, que é importante para digestão, causa dor ou queimação por sair do estômago. Já a má digestão acontece por vários fatores, entre eles, quantidade de alimentos, ingestão de ar enquanto o indivíduo está comendo, fator chamado de aerofagia, e até mesmo por algum trabalho inadequado no processo digestivo.

Já a má digestão, geralmente, é caracterizada por dor abdominal, sensação de saciedade precoce e plenitude alimentar, além de sensação de dor, refluxo e gosto ruim na boca, normalmente azedo. Dessa maneira, buscar o ajuste da alimentação é fundamental para a redução dos sintomas e consequente agravamento para outras doenças.

A fitoterapia


Sabemos que a fitoterapia traz inúmeros benefícios para a saúde de quem necessita de cuidados fitoterápicos, mas, esse tipo de tratamento também é responsável por trazer eficiência contra a azia e má digestão. No entanto, é fundamental identificar primeiro qual é a causa desses sintomas para que assim seja buscado a melhor opção de fitoterápico.

Sendo assim, os fitoterápicos ricos em substâncias amargas são utilizados nesses casos, pois podem estimular as secreções digestivas, contribuindo para melhorar a digestão e podendo aumentar o apetite, reduzindo assim o tempo de jejum entre as refeições que pode piorar os sintomas.

Eles também podem contribuir para a redução de gases, diminuindo a sensação de dor. Normalmente recomenda-se a utilização 30 minutos antes das refeições. Porém, é muito importante ter ajuda de um profissional para a melhor indicação, tendo em vista que dependendo do fitoterápico usado pode piorar a situação, principalmente se o paciente possuir refluxo gastroesofágico.

Os fitoterápicos


Dentre as plantas que podem ser interessantes no tratamento da azia e má digestão, estão:


Gengibre


O Zingiber officinalle, conhecido como gengibre conta com diversos benefícios, pois, é antiemético, ou seja, reduz a vontade de vomitar, é anti-inflamatório, contribui também nos casos de digestão lenta, gastrite e flatulência. Pode ser utilizado na forma de decocção ou até mesmo em pó nas preparações.


Mas, seu uso merece atenção com relação à quantidade, além de apresentar certas restrições, como por exemplo a recomendação de que em casos de cálculos biliares, é preciso utilizar apenas com acompanhamento de um profissional de saúde. Também deve-se evitar o uso caso esteja usando anticoagulantes, com desordens de coagulação, ou tenha cálculos biliares, irritação gástrica ou hipertensão, principalmente em doses altas.

Hortelã


Chamado cientificamente de Mentha Piperita L, e bastante utilizado na indústria e gastronomia, a hortelã tem ações importantes. Contém propriedades como redução de gases, flatulência, e melhora de cólicas e de problemas hepáticos. Porém, não deve ser utilizado em casos de obstruções biliares, danos hepáticos, refluxo gastroesofágico e cálculos biliares.

Espinheira-santa


Denominada no meio cientifico de Maytenus ilicifoli, a espinheira é muito utilizada para tratar o desconforto gástrico. É importante para inibir o aumento da produção de ácido clorídrico gástrico, além de aumentar a atividade antioxidante e diminuir o estresse oxidativo na mucosa, como um fator de proteção. Além disso, possui ação anti-inflamatória e ação antibacteriana. Ela pode diminuir a adesão da Helicobacter pylori, na mucosa gástrica, dificultando a ação patogênica dessa bactéria.

A planta também apresenta ação sedativa, contribuindo, para redução da dor. Dessa forma, pode ser utilizada também como coadjuvante no tratamento e prevenção de úlcera. Mas também merece atenção e não deve ser utilizada por crianças menores de seis anos, grávidas até o terceiro mês de gestação e lactantes, pois promove a redução do leite. O uso pode provocar secura, gosto estranho na boca e náuseas.

Percebeu a importância que os fitoterápicos possuem para a saúde? E você que atua na área da saúde como nutricionista já é um (a) especialista nesse tipo de tratamento? Se ainda não é, chegou a Black Friday do Incursos com 50% de desconto na matricula e nas mensalidades para que você faça sua pós-graduação em Terapia Ortomolecular e Fitoterápica "Ênfase na Prática Clínica". E aí, qual é sua desculpa dessa vez? Aproveita! Sua oportunidade para mudar de vida é hoje.



Fonte: Nutri Total

Imagem: 123RF