Certamente você já ouviu falar que aquele determinado alimento possui propriedades afrodisíacas capazes de aumentar o ‘apetite’ sexual. Ou até mesmo que o fato de consumir aquela comida faria a pessoa melhorar sua performance na cama. Mas, será que isso realmente funciona ou não passa de um mito?


A verdade é que os alimentos não são tão milagrosos assim, mas, claro, a dieta que a pessoa tem interfere muito na sua prática sexual. Alguns alimentos, por exemplo, podem ajudar na performance na cama, como aqueles que são ricos em minerais como zinco, magnésio e potássio. Isso porque eles atuam na formação dos hormônios sexuais. Apesar de não ter relatos sobre efeitos imediatos, esses alimentos estão associados a esses hormônios, por isso a melhor opção é consumi-los ao longo da vida.


Alimentos com propriedades vasodilatadoras, antioxidantes e termogênicas também tendem a trazer benefícios nesse sentido. Os vasodilatadores e termogênicos melhoram a circulação sanguínea, o que ajuda em questões como ereção e irrigação sanguínea nas regiões sexuais. Já os antioxidantes diminuem a circulação de radicais livres no corpo que podem causar impotência.


A lista de comidas que são consideradas afrodisíacas é grande, nas frutas pode-se incluir a melancia e o mirtilo, nas raízes estão a beterraba e o gengibre, e nos condimentos o açafrão e a pimenta e, nos frutos do mar as ostras.

A ideia é aderir esses alimentos no cardápio e não consumi-los em excesso antes de fazer sexo, até porque o fato de comer antes de transar não garante uma ótima performance, ao contrário disso. Alimentos muito pesados e com alto teor de gordura podem prejudicar o desempenho sexual.


A explicação para isso está no nosso próprio corpo, no qual, concentra toda sua energia para a digestão, que pode levar cerca de três horas. Além disso, gorduras saturadas podem reduzir as concentrações dos hormônios sexuais e, consequentemente, enfraquecerem a libido. O consumo de doces também pode causar um estímulo energético rápido, mas após o pico de insulina, induzem uma leve sonolência.


Sendo assim, o recomendado é consumir refeições leves e de fácil digestão, como alimentos cozidos, saladas, legumes, castanhas, peixes e proteínas mais leves.


Outro ato prejudicial na hora do sexo é beber demais antes. Bebidas alcoólicas vão de aliadas a vilãs, dependendo da dose. O favorito dos especialistas é o vinho, que tem propriedades antioxidantes e pode ajudar a pessoa a ficar mais desinibida. Mas, isso funciona bem for consumido com moderação.


A bebida alcoólica quando é ingerida em abundância, compromete a performance sexual pois, tem um efeito depressor do sistema nervoso central. Além disso, faz os vasos sanguíneos se contraírem demais, o que no caso dos homens pode atrapalhar a ereção.

Se você atua como nutricionista e sabe o quanto os alimentos são importantes para a qualidade de vida e bem-estar das pessoas, chegou o momento de você ser um expert na área alimentícia. Conheça e faça já sua matricula no MBA em Gestão da Qualidade, Produção e Higiene de Alimentos do Incursos. Seja um (a) especialista no assunto e se torne referência profissional.



Fonte: UOL

Imagem: 123RF