Daqui para frente a expectativa é que sua forma de ver os alimentos mude após aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Agora os alimentos embalados terão uma nova rotulagem nutricional. A mudança permite que os consumidores tenham as informações de forma mais precisa e com maior facilidade.


Conforme a nota divulgada no site da agência, "a medida melhora a clareza e a legibilidade das informações nutricionais presentes no rótulo dos alimentos e visa auxiliar o consumidor a realizar escolhas alimentares mais conscientes".

A principal mudança foi a elaboração de uma rotulagem nutricional na frente do produto. Uma ‘mini’ lupa identifica se o alimento tem alto teor de sódio, gordura saturada ou açúcar. O objetivo é que o consumidor saiba, de forma clara e simples, sobre o alto conteúdo de nutrientes que tem relevância para a saúde.

Já em relação a tabela de informação nutricional, agora terá somente letras pretas e fundo branco. A intenção é que a leitura das informações melhore dessa forma. Além disso, essas informações deverão ficar próxima da lista de ingredientes, em um local no produto alimentício que facilite a visualização de quem está comprando.


Outro detalhe é que agora será obrigatório a identificação de açúcares totais e adicionados, assim como o valor energético e nutricional por 100gr ou 100 ml, para ajudar na comparação de produtos, e o número de porções por embalagem.


Esta medida adotada pela Anvisa entrará em vigor após de dois anos de sua publicação. Os produtos que se encontrarem no mercado na data da entrada em vigor terão um prazo de adequação de um ano.


Se você atua na área da nutrição e sabe a importância do valor nutricional e da qualidade dos alimentos, que tal fazer uma pós-graduação que lhe permita ter um conhecimento mais aprofundado nesta área? Não perca tempo, matricule-se na especialização em Gestão da Qualidade, Produção e Higiene de Alimentos no Incursos. Seja um especialista no assunto e faça a diferença no meio profissional.


Fonte: UOL

Imagem: 123RF