Desde cedo aprendemos que não é certo consumir alimentos vencidos e que pode fazer mal e trazes vários riscos. Mas, por incrível que pareça em alguns casos os alimentos podem ser consumidos após seu tempo de validade. No entanto, é necessário tomar cuidado pois, nem tudo é considerado válido para consumo após o vencimento.


No Brasil, de 1980 até os dias atuais há uma lei que obrigada todas as empresas do ramo de alimentos a estabelecer uma data considerada máxima para consumo, conhecida como data de validade. A marcação da data precisa estar estampada nas embalagens de forma clara. É assim que as empresas garantem a qualidade do produto para seus consumidores.


Entretanto, alguns alimentos possuem o chamado consumo preferente e isso se difere da data de validade. Os produtos vencidos são aqueles que não devemos comer após a data indicada porque corremos o risco de sofrer uma intoxicação alimentar. Já os que indicam uma data de consumo preferente podem ser ingeridos sem colocar em risco a saúde, sendo possível que a textura ou sabor do mesmo seja levemente alterado.

Mas, antes de mostrar quais são os alimentos que podem ser consumidos vale ressaltar que ingerir alimentos vencidos, podem provocar diversas reações diferentes. Entre os sintomas mais comuns estão a diarreia, dores estomacais, infecção alimentar, intoxicação alimentar, vômitos e cólicas. Além disso, entre os alimentos que não podem ser consumidos de forma alguma após seu vencimento estão: maionese, carne, frango ou o peixe.


Agora se tratando de alguns alimentos que podem ser consumidos após estarem vencidos, estão:

Iogurte: contanto que não esteja azedo;

Queijo branco: como o iogurte, também são elaborados através de um processo de fermentação, podendo aguentar inclusive duas semanas depois da data de consumo preferente, desde que estejam bem fechados.

Ovo: contanto que não esteja estragado, não há problemas;


Café: dizer que café vencido faz mal é um exagero, mas o produto pode perder as propriedades;

Chá: assim como o café, o chá vencido pode perder as propriedades;

Leite de caixinha: pode ser consumido contanto que esteja com cheiro e aparência normais;

Enlatados e conservas: produtos desse tipo foram feitos justamente para durarem bastante e podem ser consumidos tempos depois de sua produção.

Gelatina: gelatina vencida faz mal apenas se estiver com uma aparência diferente do normal.

Bolachas: comer bolacha vencida faz mal se o produto estiver prejudicado, além disso, bolachas perdem a textura e ficam moles caso a embalagem já tenha sido aberta, sendo ruins de comer mesmo ainda estando dentro do prazo.

Tapioca: dizer que tapioca vencida faz mal é subjetivo, porém, com o tempo a farinha acaba perdendo as propriedades, o que torna difícil utilizá-la na culinária.

Sal e açúcar: esses alimentos não são perecíveis e nunca vencem, é apenas necessário guardá-los de forma segura.

Outros alimentos que não fazem desde que não estejam estragados, são: Suco em pó; polpa de tomate; chocolate; ketchup; embutidos e defumados secos; arroz; massas secas; grãos; farinha; óleo; azeite; refrigerante.

É fundamental analisar certas características como cor, textura, cheiro e sabor dos alimentos antes de consumi-los. Antes de jogar um alimento fora devido a data de vencimento, veja bem e confira se o produto está estragado ou se ainda pode ser aproveitado. Essa é uma forma de evitar desperdício de alimentos e também de poupar dinheiro.

Se você atua como nutricionista e deseja ampliar seu conhecimento e fazer a diferença no mercado de trabalho, esse é o momento certo para começar sua especialização em Gestão da Qualidade, Produção e Higiene de Alimentos na Incursos. Aperfeiçoe suas técnicas profissionais e se torne referência profissional.



Fonte: Prevenir em Casa e umComo

Imagem: Envato Elements