Diversas pessoas certamente já tiveram a dúvida se guardar a metade do limão na geladeira e consumi-lo depois faz mal à saúde ou não. Mas a verdade é que o ato não é prejudicial. O que acontece com o limão é que após um período aberto a oxidação por causa do contato com o ar, tem como consequência a perda das propriedades benéficas da fruta, além do ressecamento e uma possível mudança no sabor. Porém, nada disso faz mal.


Vale ressaltar que o limão é rico em ácido cítrico, presente tanto na casca quanto na polpa, um potente bactericida que atua como conservante natural e impede o surgimento e a rápida proliferação de bactérias e outros microrganismos causadores de doenças.


Mesmo que a fruta não cause nenhum mal após cortada, o ideal é não guardar metade dos alimentos e nem deixar por muito tempo. De qualquer maneira, o certo é armazená-lo na geladeira, em um recipiente bem fechado, de preferência de vidro, ou embalado em papel filme, durante dois ou três dias. Além disso, antes de consumir o limão, a indicação é observar a coloração, o aspecto e o odor. Se estiver amarelado, embolorado ou com cheiro estranho, é necessário jogar fora.


Benefícios do limão


O limão possui uma série de componentes benéficos à saúde, além de ser uma fruta que vai bem na preparação de pratos salgados, saladas e doces. Um dos seus benefícios é a vitamina C que é um importante antioxidante que protege as células contra os efeitos deletérios dos radicais livres, contribuindo, por exemplo, para a diminuição de processos inflamatórios e o atraso do envelhecimento.


Essa mesma substância também auxilia no funcionamento do organismo fortalecendo o sistema imunológico; atua na biossíntese do colágeno, proteína fundamental para a formação de vasos sanguíneos, cartilagem, músculos e ossos, e ajuda a absorver e armazenar ferro.


As vitaminas do complexo B são encontradas em grandes quantidades no limão, nas quais, ajudam no processo digestivo e na absorção de nutrientes, e a pectina, uma fibra solúvel que retarda a digestão de açúcares e amidos e melhora o funcionamento intestinal. Além disso, mesmo sendo ácido a fruta equilibra o PH do estômago, neutralizando sua acidez, ação que contribui para melhorar problemas gastrointestinais, como azia e gases, e, por ser rico em potássio, favorece a produção de urina, tendo uma função diurética no organismo.


Se você trabalha na área da nutrição e deseja ampliar seu conhecimento e se especializar, então, comece sua MBA em Gestão da Qualidade, Produção e Higiene de Alimentos na Incursos. Aperfeiçoe suas técnicas profissionais e se torne referência no mercado de trabalho.



Fonte: UOL

Imagem: Pixabay