Uma alimentação saudável proporciona o bom funcionamento do corpo e são essenciais para o condicionamento físico. Mas, grande parte das pessoas vivem uma rotina frenética e em vários casos o corpo acaba pedindo mais energia diante de dias tão frenéticos. Pensando nisso a nutricionista, Andrea Forlenza separou uma lista de alimentos que ajudam o corpo a ter mais energia além de se manter mais mais forte e saudável.

No topo da lista está o açaí. A fruta típica brasileira é rica em carboidratos que disponibilizam a energia necessária para o bom funcionamento do organismo humano. O açaí também é rico em vitaminas C, B1, e B2, antioxidantes e é fonte de gorduras insaturadas, que ajudam no controle da pressão arterial e do colesterol.

Considerada uma bebida energética natural, a água de coco também entra na lista e é fonte de vitaminas e minerais importantes para o bom funcionamento do organismo. Além de melhorar a disposição, é uma ótima fonte de hidratação.

A banana também está entre as frutas energéticas. É fonte de triptofano, um aminoácido precursor da serotonina. A serotonina é um neurotransmissor que tem várias funções, como regular o sono, o humor e auxiliar a prevenir distúrbios emocionais. A banana também é fonte de potássio. Baixos níveis de potássio estão relacionados a sintomas como fraqueza muscular, câimbras, fadiga e apatia mental.

O guaraná não fica de fora dos alimentos que ajudam a dar energia. Por ser fonte de cafeína, estimulante do sistema nervoso, o guaraná usado com moderação, ajuda a melhorar o ânimo e a disposição. Pode ser adicionado em sucos e vitaminas.
Entrando no quesito de planta medicinal a maca peruana, também conhecida como maca-andina, planta-maca, maca-pó, auxilia a diminuir o cansaço e a fadiga. Além de fornecer energia, é fonte de vitaminas do complexo B, selênio, vitaminas C e E que possuem ação antioxidante.

O chá verde também entra na lista. Assim como o guaraná o chá verde é fonte de cafeína, substância considerada termogênica (acelera o metabolismo, aumentando o gasto energético e a queima de gordura corporal) e que aumenta a disposição. Também auxilia na melhora do humor e bem estar, pois contém um aminoácido que, quando liberado em nosso corpo, aumenta a produção de dopamina e serotonina.

As nozes, castanhas e amêndoas ou oleaginosas são boas fontes de proteína vegetal e gorduras insaturadas, nutrientes que atuam na redução da pressão arterial, do colesterol e dos triglicérides. Também possuem magnésio, cobre e selênio, que ajudam diminuir o estresse e melhoram a memória e a produção de energia.

O mel também possui propriedades como os carboidratos glicose e frutose que o faz ser energético, podendo aumentar a disposição e combater o cansaço. É fonte de vitamina C, no qual, apresenta potente ação antioxidante e vitaminas do complexo B que participam do metabolismo de produção de energia e desintoxicação do organismo. Possui minerais como fósforo, cálcio, magnésio, enxofre e potássio também.

A aveia integral, muito usada como acompanhamento em leites, açaí e banana, é fonte de carboidratos de baixo índice glicêmico que dão energia sem levar a picos de liberação de insulina. Ajuda a controlar as taxas de açúcar no sangue e dá saciedade. Também é fonte de vitaminas do complexo B, que melhoram os níveis de produção de energia e a disposição.

Apesar de parecer controverso o chocolate amargo consumido moderadamente ajuda emagrecer e é fonte de antioxidantes que, além de retardarem o envelhecimento precoce, auxiliam na saúde do coração. A cafeína do chocolate também ajuda a manter o corpo alerta e mais disposto.

Se você atua na área da nutrição e gostar de estar bem informado aprimore seus estudos e comece sua especialização na Monte Pascoal. Amplie seu conhecimento e faça a diferença no mercado de trabalho.



Fonte: Conquiste sua vida

Imagem: Pixabay