Em um estudo, recentemente, publicado no "New England Journal of Medicine", o déficit de uma molécula (NAD) tradução de dinucleótido de nicotinamida e adenina é capaz de provocar abortos ou deficiências no bebê, caso a gravidez prospere. O tratamento com vitamina B3 é capaz de prevenir os abortos espontâneos.

Segundo a pesquisadora Sally Dunwoodie, do Instituto de Pesquisa Cardíaca Victor Chang, essa descoberta tem como objetivo reduzir o número de abortos espontâneos e problemas no desenvolvimento embrionário, trazendo assim uma esperança às mulheres que não puderam chegar ao fim de suas gravidezes.

Para que ocorresse a descoberta desse tratamento com base na vitamina B3, os pesquisadores analisaram os genomas de famílias que sofreram múltiplos abortos espontâneos e descobriram que elas compartilham uma mutação genética específica que afeta a produção da molécula NAD. Então, foram criados camundongos geneticamente modificados para apresentarem esta deficiência, que receberam o tratamento com cápsulas de vitamina B3.

"Antes da introdução da vitamina B3 na alimentação das fêmeas grávidas, os embriões se perdiam durante um aborto natural ou os que nasciam sofriam de graves deficiências", afirmou o instituto, em comunicado. "Uma vez mudada a alimentação, os abortos involuntários e as incapacidades de nascença foram evitadas por completo", explica Sally.

Vitamina B3:

Também conhecida como Nicotinamida, é uma vitamina hidrossolúvel, ou seja, é solúvel em água e possui faclidade na absorção, circula pelo sistema e é excretada pela urina, sendo assim, não são armazenadas. A vitamina B3 está ligada à produção de alguns hormônios, como estrogênio, progesterona, testosterona e insulina.

Essa vitamina possui a importante função de transportar o hidrogênio intracelular que é um dos nutrientes essenciais na geração de energia pelo organismo e traz benefícios, como:

- Auxílio no funcionamento do cérebro;
- Bom humor;
- Saúde;
- Pele;
- Sistema Nervoso;
- Sistema Imunológico;
- Sistema Digestivo;
- Redução dos triglicérides e colesterol;
- Regula o açúcar no sangue;
- Protege o corpo contra poluentes e toxinas.

Quando há deficiência dessa vitamina no corpo, provoca-se diarreia, falta de apetite, emagrecimento, fadiga, insônia, irritabilidade, depressão nervosa e dermatite. Para que isso não aconteça, é importante ingerir os seguintes alimentos ricos em vitamina B3:

- Levedura;
- Carnes magras de bovinos e aves;
- Fígado;
- Leite;
- Cogumelos;
- Castanha-do-pará;
- Gema de ovo;
- Cereais integrais;
- Farelo de arroz e trigo;
- Brócolis;
- Espinafre;
- Aspargo;
- Cenoura;
- Batata-doce;
- Frutas secas;
- Tomate;
- Abacate.


Fontes de conteúdo: O Globo, Hospital Vera Cruz
Fonte de imagem: Google