Um estudo liderado pelo médico americano John Sievenpiper, e publicado no "The Canadian Medical Association Journal", afirmou que o consumo diário de uma porção de cerca de 130g de grãos, tais como o feijão, soja, ervilhas e lentilhas, pode diminuir o nosso LDL, ou seja, o que conhecemos como o colesterol ruim, em até 5%.

É importante enfatizar que os altos níveis de colesterol estão associados a um maior risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, que são uma grande preocupação para a saúde mundial e estão entre as maiores causas de morte em todo o mundo. O estudo afirma também que o consumo desse tipo de grão, por consequência, também diminui o risco de desenvolvimento desse tipo de doença em cerca de 6%.

A análise foi elaborada através de 26 experimentos envolvendo 1.037 voluntários de uma faixa etária de 50 anos, e o acompanhamento com os mesmos durou cerca de seis semanas.

Entre os participantes da pesquisa os homens foram os que obtiveram maior redução dos níveis de colesterol LDL, possivelmente porque suas dietas eram mais pobres e os níveis de colesterol já mais elevados e, assim, o benefício da mudança para uma dieta mais saudável se tornou mais evidente.

No entanto, alguns participantes relataram problemas de estômago com o aumento de consumo dos grãos, como inchaço, flatulência ou constipação. Contudo, John observa que ainda assim "consumir uma porção por dia é razoável e não existem efeitos adversos que limitem o consumo".

A ingestão dessas leguminosas podem, além disso, ter efeitos positivos sobre outros fatores de risco cardiometabólicos, incluindo peso corporal, pressão arterial e controle de glicose, afirmam os pesquisadores que realizaram o estudo.


Fontes de conteúdo: Science Daily, ZH Vida

Fonte de imagem: Google