Algumas informações sobre a nossa alimentação podem estar enganadas, devido ao senso comum, e de tempos em tempos novas pesquisas entram em discussão sobre um determinado alimento e o quanto ele é ou não benéfico para a saúde, muitas vezes sem conseguirem entrar em um consenso. Nem tudo que parece ser saudável é tão saudável assim, e nem tudo que é considerado um "vilão" em sua dieta deve ser descartado. A verdade é que toda dieta deve ser balanceada e que devemos buscar um equilíbrio entre todos os alimentos, nos atentando à quantidade e ao momento de consumo.

Assim sendo, veja uma lista de 10 enganos comuns sobre alimentos que podem estar em sua dieta:


1- Pães:
Os pães são considerados "inimigos" da dieta. São fontes de carboidrato e feitos à base de farinha branca, que contém glúten e alto índice glicêmico. Contudo, exatamente por ser uma fonte de carboidrato que o pão é importante. O carboidrato fornece energia ao organismo e auxilia ainda no bom humor e bem-estar. Além disso, na versão integral, o pão possui fibras que ajudam no funcionamento intestinal e colaboram com a saciedade, segundo a nutricionista Beatriz Botéquio, especialista em promoção da saúde pela FMUSP.

2- Carne vermelha:
O excesso de consumo de proteína animal pode gerar problemas de colesterol, porque elas possuem uma quantidade de gordura maior do que carnes brancas. Mas a carne vermelha não precisa ser completamente eliminada da sua dieta. Ela é a principal fonte alimentar de ferro e proteína. O ferro é o responsável por transportar oxigênio no sangue e, além disso, a proteína contida no alimento é essencial para a formação de células de todo o corpo. "O ferro presente na carne vermelha é melhor absorvido pelo organismo humano, por ter uma digestão e absorção mais rápida", explica Beatriz.

3- Batata:
A batata, por se fonte de carboidrato simples, muitas vezes é vista como uma vilã por "engordar", principalmente se for frita e consumida em grandes quantidades, mas, da mesma forma que o pão e a batata-doce, é ótima para fornecer energia ao organismo, sendo uma boa substituta para o arroz e massas.

4- Coco e abacate:
Esses alimentos às vezes são considerados vilões porque ambos possuem uma grande quantidade de gorduras e por serem mais calóricos que as outras frutas. No entanto, o abacate é excelente na redução dos níveis de cortisol no organismo e no combate a inflamações. O coco, por sua vez, possui boas gorduras e quantidades de ácido láurico e monolauril, que são substâncias que reduzem a retenção de energia nas células. Além disso, o coco e o abacate possuem vitaminas e minerais, e o coco ainda possui fibras.

5- Banana:
É considerada uma vilã por ter alto índice glicêmico e, por isso, seria muito calórica para ser consumida em excesso. "O fato é que uma unidade possui em torno de 90 calorias e índice glicêmico médio, ou seja, não é uma fruta calórica e sua composição de nutrientes colabora com a saciedade. A banana é uma ótima aliada da alimentação saudável", explica a nutricionista.

6- Castanhas
Elas são consideradas amigas da dieta por serem fontes de gorduras boas, vitamina E e antioxidantes, que possuem efeito antienvelhecimento. Essas boas gorduras são as responsáveis por auxiliar no controle do colesterol ruim. Por outro lado, por serem ricas em gordura, ainda que boas, as castanhas possuem alta densidade de energia e por isso é preciso controlar a quantidade a ser consumida.

7- Adoçantes
São considerados bons em uma dieta por substituírem o açúcar, o que é positivo diante da alimentação de diabéticos, e ajudam a controlar a quantidade de calorias ingeridas. Porém, alguns tipos de adoçantes podem ser cancerígenos, interferirem na pressão (por conta da quantidade de sódio) e na regulação natural da fome.

8- Frios (peito de peru, presunto)
São opções práticas de fontes de proteína, que ajuda a aumentar a saciedade. No entanto, são ricos em sódio, assim como todo alimento embutido, o que pode ser prejudicial principalmente para pessoas com pressão alta.

9- Alimentos Diet
Por não conterem açúcar, normalmente são indicados para quem tem diabetes, mas a retirada do açúcar do alimento não o torna menos calórico e nem mais saudável, porque é necessário a adição de outros ingredientes substitutos para manter a textura e sabor, como por exemplo as gorduras, segundo Beatriz Botéquio.

10- Queijo branco
Entre os queijos, o queijo branco é sempre a melhor opção. Possui base de proteína e cálcio, que são importantes para os músculos e ossos do nosso corpo. Por outro lado, "Nem sempre ele possui baixo teor de gordura e calorias, por isso não pode ser consumido à vontade (como nenhum outro alimento). Uma ou duas fatias por dia já são suficientes."

Fonte de conteúdo: Exame

Fonte de imagem: Google