Diante da queda de cabelo em quantidade e frequência maior do que o normal, é comum que as primeiras causas que vêm à cabeça sejam fatores como estresse, hereditariedade, xampu errado, maus hábitos como dormir com o cabelo molhado, sintoma de doenças como alopecia, entre outras. Contudo, a fonte do problema pode estar em nossos hábitos alimentares, já que uma dieta pobre em nutrientes é uma das principais causas da queda de cabelo.

A dieta inadequada pode enfraquecer a saúde dos fios capilares, fazendo com que caiam antes da hora, além de prejudicar a nossa saúde como um todo. Vale lembrar também que a queda de cabelo é geralmente apenas o primeiro efeito colateral de uma carga nutricional pobre, podendo surgir outros piores ao longo do tempo.

Para regular a saúde do nosso organismo, evitar a queda de cabelo contínua e outros malefícios, caso a alimentação incorreta seja a fonte do problema, nada melhor do que a ajuda de um profissional de nutrição para reeducar nossos hábitos alimentares, que elaborará uma dieta segundo a necessidade de cada um.

Alguns alimentos são ricos em nutrientes que podem ajudar especificamente na queda de cabelo, e entre eles podemos citar:


  • - Arroz, feijão e lentilhas: possuem aminoácidos que, quando combinados, originam as proteínas responsáveis pelo colágeno e a queratina, que são componentes que fortalecem os cabelos;


  • - Soja: melhora a circulação no couro cabeludo, o que diminui o risco da queda de cabelo;


  • - Vinagre de maçã: auxilia na digestão de proteína, fazendo com que ela seja melhor aproveitada no organismo;


  • - Frutos do mar: são ricos em magnésio, que é essencial para a formação das proteínas que fortalecem os fios;



  • - Leite e derivados: ricos em cálcio, esses alimentos evitam que os cabelos fiquem opacos e quebradiços.


Além de proteínas e dos nutrientes citados, é bom ter uma alimentação rica em vitaminas C e zinco, afirmam nutricionistas.



Fontes de conteúdo: Contra a queda de cabelo, Tua saúde

Fonte de imagem: Google