Esse é um assunto atualmente pouco comentado nas esferas de nutrição e alimentação (com exceção da comunidade Paleo). Apesar de já terem tido maior foco no passado, hoje em dia os fatores antinutricionais não protagonizam os holofotes das pesquisas em nutrição. Justamente por esse motivo, os estudos nessa área são mais antigos, mas não menos importantes.

Por ser um tópico pouco discutido, algumas colocações equivocadas sobre os fatores antinutricionais vez ou outra aparecem por aí. Por isso, é interessante entendermos um pouco mais sobre eles.

O que são fatores antinutricionais?

Primeiramente, é importante ressaltar que os fatores antinutricionais são elementos produzidos apenas por vegetais. E, para entendê-los melhor, é preciso conhecer uma de suas principais funções: a defesa das plantas.

Assim como todos os seres vivos, as plantas vivem para se reproduzir e perpetuar a espécie. Entretanto, diferentemente da maioria dos animais, por exemplo, as plantas não são capazes de lutar pela sobrevivência de maneira "ativa", ou seja, não podem correr, lutar ou emitir sons. Por isso, as plantas desenvolveram formas alternativas de se protegerem, como por meio da produção dos tais fatores antinutricionais.

Fonte: A ciência da Nutrição